Connect with us

Entretenimento

Tokyo Comic Con 2019

Mesmo se você não é fã de histórias em quadrinhos e mangá, já ouviu falar da Comic Con. Começou em 1970, em San Diego, como a Convenção de Quadrinhos do Golden State, e o evento original agora atrai mais de 130.000 visitantes anualmente. A realização de um evento irmão na casa do mangá estava muito atrasada e a Tokyo Comic Con finalmente chegou em 2016, atraindo cerca de 50.000 visitantes. O lendário Stan Lee também deve aparecer no evento deste ano. Os ingressos antecipados para admissão geral custam 3.200 ienes para adultos e 2.200 ienes para estudantes (consulte o site oficial para obter detalhes). A entrada na porta custa 300 ienes mais caros.

Tokyo Comic Con acontecerá nos dias 22,23 e 24 de Novembro de 2019 em Tokyo.

Mais informações: https://tokyocomiccon.jp/

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Templo budista no Japão contrata robô para passar ensinamentos

Já imaginou entrar num templo budista de 400 anos e dar de cara com um robô os passando ensinamentos? O templo de Kodaiji, em Kyoto, contratou um androide de 100 milhões de ienes (R$ 3,4 milhões) para atrair os jovens.

Cada sermão pré-programado vem dos Sutras do Coração em japonês, com versões traduzidas para inglês e chinês para turistas. O androide, chamado Mindar, é o resultado de uma colaboração entre o templo e o professor de robótica inteligente da Universidade de Osaka, Hiroshi Ishiguro.

Os administradores do templo pediram à equipe do professor Ishiguro que desenvolvessem um androide que pudesse pregar os ensinamentos budistas de uma maneira facilmente compreensível para “ajudar a dar paz de espírito a pessoas com problemas”. Mindar conta com uma câmera de vídeo no olho esquerdo, o que permite que ele tenha “contato visual” com as pessoas que recebem o ensinamento.

O androide até já ganhou um apelido místico pelo templo: Kannon, a versão japonesa do bodisatva Guanyin, a divindade da misericórdia, que segundo a tradição pode se transmutar em várias formas para ajudar as pessoas. “Desta vez, Kannon se transformou em um androide”, afirmou um porta-voz do templo ao site Asahi Shimbun.

Continue Reading

Casa e Decoração

Hitsujiyama Park Shibazakura Hill 2020

Data: Metade de Abril – Início de Maio

De meados de abril até o início de maio de cada ano, a Colina Shibazakura no Parque Hitsujiyama em Chichibu transforma um mar de rosa com flores de flox de musgo (桜 桜, shibazakura). Os muitos tons diferentes de rosa, roxo, azul e branco atraem um grande número de visitantes a cada ano, assim como a atenção da mídia de todo o país. 400.000 shibazakura de 9 espécies cobrem os 17.600m2 do parque durante esse período, e há muitos bancos acima dos campos, onde os visitantes podem descansar e contemplar as cores vivas.

Embora o Parque Hitsujiyama seja normalmente gratuito, é solicitada uma taxa de entrada de ¥ 300 durante a temporada de shibazakura. Você também pode comprar ingressos fora da estação Seibu-Chichibu. O parque fica a cerca de 15 minutos a pé da estação de Seibu-Chichibu – incluindo uma subida íngreme de 700 metros para chegar à entrada. Durante a temporada de shibazakura, também existe uma grande área de mercado logo após a entrada principal, onde você pode comprar comida, saquê, cerveja, lanches, além de uma variedade de presentinhos.

Local do evento: Hitsuyama Park, 6360

Para mais informações acesse: https://navi.city.chichibu.lg.jp/p_flower/1808/

Continue Reading

Entretenimento

Olimpíada é adiada pela primeira vez na história e desafio é saber como ficará o esporte em 2021

A maior competição esportiva de 2020 adiou as medalhas de ouro pela saúde: a Olimpíada de Tóquio será oficialmente em 2021. Em meio à resistência para mudar a data de um evento que custou bilhões, venceu o bom-senso.

Sem conseguir treinar, atletas se juntaram e divulgaram apelos pelo adiamento – para entender, leia o depoimento do vice-campeão mundial de natação, Bruno Fratus. A eles seguiram federações esportivas e comitês olímpicos.

O Comitê Olímpico Internacional seguiu relutante, reafirmando o compromisso com a data de 24 de julho a 9 de agosto. A postura só começou a mudar após a manifestação da federação de natação dos Estados Unidos, uma das principais do mundo, pedindo a mudança.

Depois, a lista cresceu: comitês olímpicos importantes, como os dos EUA, da Austrália e do Brasil, pediram a mudança. A situação ficou insustentável quando começaram as ameaças de boicote: o Canadá avisou que não iria ao Japão em 2020. Aí não teve jeito e governo do Japão e COI cederam.

O combate ao coronavírus muda o calendário olímpico de forma vista apenas três vezes na história. Em 1916, 1940 e 1944, a Olimpíada foi cancelada por causa das duas Grandes Guerras Mundiais. Era um cenário de devastação, no qual países lutavam uns contra os outros.

Agora, o combate é a um vírus que já matou milhares pelo mundo — e deve matar muito mais até o ano que vem. As estruturas esportivas que antes serviam para treinamento viraram hospitais de campanha, como o brasileiro Pacaembu, ou até necrotérios, como o Palacio de Hielo, em Madri, na Espanha. E as forças armadas agora mobilizam esforços para salvar vidas.

Os atletas, que já tinham saído da cena das competições ao redor do mundo e espremiam a criatividade para treinar o máximo possível dentro de casa em meio à pandemia, ganham a tranquilidade de poder cuidar da saúde, da família e da mente até que o Covid-19 seja controlado e uma nova data para os Jogos Olímpicos seja marcada — hoje, o comitê organizador dos Jogos fala apenas em realizar os jogos “até o verão de 2021” (no hemisfério norte, o verão começa em junho).

Com o adiamento, ainda há perguntas a serem respondidas sobre o calendário e quais atletas estarão aptos a disputar o evento no ano que vem. Ainda não existe, por exemplo, uma data oficial da cerimônia de abertura ou critérios de qualificação.

Continue Reading

Copyright © 2019 Japão Digital