Connect with us

Pets

Conheça a raça Akita

O Akita Inu é uma das raças de cães mais antigas que existe, natural do Japão, esse cãozinho vem fazendo muito sucesso por todo o mundo por conta de sua pelugem e grande porte.

Os Akitas são cães de grande porte que podem variar entre 58 à 80 cm, pesando até 54kg. Possuem pelugem dupla, muitos pelos e se destacam pela característica de terem as regiões das bochechas, pescoço, peito e cauda sempre brancas, independente de qual for a cor do restante de seus pelos.

Os Akitas são conhecidos por serem muito corajosos, inteligentes e independentes, por isso, são utilizados como cães policiais no Japão. Porém, ele também é muito protetor e amigável com aqueles com quem possui confiança e pode ser um ótimo companheiro para quem cuidar deles desde filhotinhos. Essa raça não costuma se dar bem com estranhos e, quando se tem crianças em casa, é preciso tomar certo cuidado, uma vez que esse cão não gosta muito de movimentos bruscos, puxões ou apertos. Eles são cães silenciosos, que gostam de ficar ao ar livre e precisam de pulso forte.

Por ser uma raça muito independente, os donos de Akita precisam deixar muito claro os seus limites e treiná-lo desde pequenininho. Eles gostam muito de aprender, e se treinados da maneira correta, será muito fácil ensiná-los a respeitar as regras da casa e até mesmo alguns truques.

A expectativa de vida de um cão Akita varia em torno dos 12 anos e é essencial que ele tenha espaço para se exercitar. Por serem cães de grande porte, os Akitas comem bastante e sentem fome em períodos mais curtos de tempo, por isso, é importante sempre manter os potinhos de rações cheios. Mas tome cuidado, o excesso de ração também pode fazer mal ao peludinho e deixá-lo doente

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

Wanwan Carnival 2020

O Carnaval de Wanwan é um evento de fim de semana para amantes e proprietários de cães. Existem demonstrações e exposições, testes, veterinários no local, estúdios de fotografia de cães, produtos relacionados a cães à venda e, claro, muitos cães de todas as formas e tamanhos diferentes. O evento acontece das 10h às 17h nos dois dias.

Data do evento: 11 e 12 de Abril de 2020

Para maiores informações acesse: https://wanwancarnival.com/

Continue Reading

Pets

Parlamento japonês quer reduzir abandono de animais de estimação com uso de microchips

O parlamento japonês Dieta aprovou um projeto de lei exigindo que criadores de cães e gatos – e voluntariamente donos de animais de estimação – usem microchips para reduzir o número de animais abandonados.

Muitas pessoas têm compartilhado vídeos em que são praticados abusos contra animais na internet. E isso originou um impulso para a mudança na lei. 

Aqueles que ferirem ou matarem animais de estimação poderão ser presos por até 5 anos ou terão que pagar uma multa de ¥5 milhões. O período de prisão antes da mudança era de 2 anos e a multa era de até ¥2 milhões. 

A nova lei também proíbe que cães e gatos sejam vendidos até que tenham pelo menos 56 dias de idade, já que especialistas apontam que os animais separados da mãe no início de suas vidas tendem a morder mais e desenvolver outros problemas. Consta que uma legislação semelhante existe em algumas partes da Europa. Antes desta mudança, cães e gatos não podiam ser vendidos no Japão até que tivessem pelo menos 49 dias de idade. 

As vendas diretas entre criadores e proprietários de espécies protegidas de cães japoneses, incluindo cães Shiba e Akita, não estão sujeitas às novas regras. A lei de proteção animal é revisada a cada cinco anos. A exigência de vendas de 56 dias entrará em vigor em dois anos após a promulgação da legislação revisada, enquanto outros regulamentos entrarão em vigor dentro de um ano.

Continue Reading

Pets

Aprovado transporte de animais de estimação em metrô e ônibus

A proposta é de autoria do deputado distrital Daniel Donizet (PSDB). O texto foi publicado no Diário Oficial da Casa (DCL) desta terça-feira (16) e prevê que o animal esteja em uma caixa apropriada durante o transporte.

Para o parlamentar, o embarque de pets no transporte público é uma demanda da população carente. “A população de baixa renda, muitas vezes, não tem carro e fica sem condições de levar o animal de estimação para consultas e vacinas”, afirma o deputado.

“O único hospital público veterinário do DF fica em Taguatinga. Para quem mora em Brazlândia, por exemplo, fica complicado. A ideia desta lei é resolver esse tipo de problema.” 

Regras e restrições

Se o projeto for aprovado do modo que está, o embarque será permitido a até dois animais por veículo, e a viagem do passageiro não terá custo adicional. O projeto não se refere a cães-guias, por exemplo, que já têm autorização de transporte prevista em lei.

Ficará proibido, no entanto, o embarque de animais peçonhentos, ferozes e os que, de alguma forma, “provoquem desconforto ou comprometam a segurança do veículo”. O texto não detalha quais espécies serão vedadas.

Outra restrição citada é referente ao horário de uso do serviço. Os animais não poderão ser transportados em horários de pico, pela manhã e à tarde.

As informações com as regras devem estar fixadas em placas de fácil visualização nas paradas e estações. A responsabilidade pela divulgação é das empresas que administram o serviço de transporte no DF. 

Fonte: Globo

Continue Reading

Copyright © 2019 Japão Digital