Connect with us

Saúde

Afim de evitar o desperdício, Japão considera criar listas de espera para vacinação

O Japão está considerando introduzir listas de espera para vacinações contra Covid-19 a fim de evitar desperdício, disse no domingo (21) o ministério responsável pelo esforço de inoculação, visto que o país se prepara para expandir o âmbito do programa.

“Deveríamos priorizar o não desperdício de vacinas, ao invés de se voltar para ordem de prioridade” de inoculação quando vacinações programadas são canceladas no último minuto, disse o ministro administrativo e de ordem regulatória Taro Kono em um programa de TV noturno.

Kono indicou que o governo central pedirá aos municípios para administrar as doses e que elaborem sistemas de lista de espera.

Na semana passada, o Japão iniciou sua fase inicial de vacinação para 40 mil profissionais da saúde com a preparação biológica da Pfizer-BioNTech.

Fonte: News and Culture

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Japão recebe novo lote de vacinas

O Japão recebeu seu segundo lote de vacinas contra coronavírus desenvolvida pela farmacêutica Pfizer.

As doses chegaram ao Aeroporto de Narita no domingo (21) da Bélgica.

As doses da vacina, em embalagens de papelão especiais empacotadas com gelo seco, foram levadas para um pavilhão e então transportadas de caminhão para um local de armazenamento fora do aeroporto.

O lote segue a primeira entrega em 12 de fevereiro. Autoridades do governo dizem que a recente chegada é equivalente a mais de 450 mil doses, se o máximo de 6 doses foram extraídas de cada frasco.

Combinado com o primeiro lote, o Japão recebeu cerca de 838 mil doses, ou doses para cerca de 420 mil pessoas.

O governo planeja distribuir até 1,7 milhão de doses a províncias para profissionais da saúde ao longo de duas semanas com início em 1º de março.

Fonte: NHK

Continue Reading

Saúde

Após vacinação contra Covid-19 são registrados efeitos colaterais

O governo japonês informou no sábado (20) que recebeu relatos de ocorrência de urticária e calafrios como potenciais efeitos colaterais da vacinação contra coronavírus, após o início das inoculações no país em 17 de fevereiro.

Essa é a primeira vez que se confirma efeitos colaterais de vacinação contra Covid-19 no Japão, O caso de urticária ocorreu em um hospital na província de Toyama na sexta-feira (19).

O hospital, junto com um outro na província, começou a administrar a vacina em profissionais da saúde a partir de sexta-feira. Naquele dia, 48 pessoas foram imunizadas no hospital.

Início de vacinação com 40 mil profissionais da saúde

O Japão iniciou seu programa de vacinação na quarta-feira, inicialmente com 40 mil profissionais da saúde em 100 hospitais no país.

Não houve relatos de efeitos colaterais graves à vacina desenvolvida pela farmacêutica dos EUA Pfizer e a BioNTech da Alemanha.

Se uma pessoa morrer devido aos efeitos de uma vacinação contra coronavírus, o governo pagará ¥44,2 milhões ($419 mil) em indenização à família enlutada, de acordo com o Ministério da Saúde.

Fonte: News and Culture

Continue Reading

Notícias de Saúde

Datas do transporte de vacinas não serão publicadas por questão de segurança

Na terça-feira (2), o ministro para Reforma Regulatória, Taro Kono, pediu para a imprensa evitar notícias sobre o transporte de vacinas contra Covid-19. O pedido foi feito após a Fuji TV ter noticiado que a primeira vacinação da Pfizer poderia começar no dia 14 deste mês caso todos os procedimentos de aprovação forem encerrados.

Em coletiva de imprensa, Kono disse que é necessário esconder dados sobre a chegada das vacinas por questão de segurança. “Não quero correr o risco de causar uma situação inesperada em relação ao transporte de vacinas do exterior ao Japão por questões de segurança. Não direi nenhuma informação sobre as datas e locais do transporte. Peço para que (a imprensa) evite entrevistas e notícias”, disse o ministro.

Nesta quarta-feira (3), o Secretário do Gabinete Katsunobu Kato reforçou o pedido de Kono. “Peço o auxílio e a colaboração da imprensa.”, disse. Kato também falou que cederá mais detalhes assim que for confirmada a agenda de vacinação.

Fonte: NHK

Continue Reading